sáb., 12 de fev. | Evento Online

Brincadeiras Sonoro-Musicais - Berenice de Almeida (EMIA, SP)

Muitas transformações vêm acontecendo no espaço do brincar da infância brasileira. Brincar de pega-pega e esconde-esconde na rua, jogar bola no campinho, subir em árvores ou brincar de roda cantando Ciranda Cirandinha fez parte da infância dos avós de grande parte das crianças brasileiras...

Horário e local

12 de fev. de 2022 09:00 – 12:00 BRT
Evento Online

Sobre o evento

• Muitas transformações vêm acontecendo no espaço do brincar da infância brasileira. Brincar de pega-pega e esconde-esconde na rua, jogar bola no campinho, subir em árvores ou brincar de roda cantando Ciranda Cirandinha fez parte da infância dos avós de grande parte das crianças brasileiras da atualidade, mas não corresponde à realidade da maioria delas, mesmo das que vivem em pequenas cidades ou até áreas rurais. É fato que nesse Brasil de muitos Brasis, ainda encontramos comunidades nas quais o espaço do brincar infantil ainda tem seu lugar preservado. É certo, também, que os tempos mudaram e precisamos estar conectados com o nosso próprio tempo, com as novas tecnologias, mídias e mudanças sociais que fazem parte do dia a dia das crianças. No entanto, entre ganhos e perdas, o espaço do brincar espontâneo, do relacionamento entre crianças sem a presença de adultos, dos jogos de mãos, das brincadeiras cantadas vem desaparecendo do cotidiano infantil. Sem um olhar nostálgico, mas sim comprometido com a saúde integral das crianças, reflexões fazem-se necessárias sobre este novo ‘estado’ da infância brasileira. O que, nós adultos, devemos garantir para que as crianças vivam sua infância plenamente? Que tempo e espaço oferecer para que as suas possibilidades de desenvolvimento contemplem suas dimensões corporais, emocionais, cognitivas, inter-relacionais e expressivas? O brincar é a forma da criança de estar no mundo; é como ela apreende, aprende e conhece o mundo e a si mesma. É a ferramenta que usa para realizar suas descobertas, para integrar-se, relacionar-se, expressar-se e comunicar-se. Desta forma, valorizar e garantir o espaço do brincar na vida das crianças é garantir seu pleno desenvolvimento e um caminho para equilibrar os ganhos e perdas desse novo momento mundial. Ao lado de reflexões sobre o brincar espontâneo e, em especial, as brincadeiras cantadas, o curso pretende propor duas vertentes de práticas reflexivas: 1. O potencial das brincadeiras cantadas do repertório tradicional como disparador de propostas educativas musicais e integradas às outras linguagens artísticas e não artísticas. 2. A reflexão sobre o fazer musical espontâneo da criança e práticas reflexivas que valorizam e estimulam a expressão musical infantil.

• Berenice de Almeida É educadora musical e pianista, Graduada e Mestre em Processos de Criação Musical. Publicou diversos livros na área da educação musical como ‘Música para crianças: possibilidades para Educação Infantil e Ensino Fundamental’ da Coleção “Como eu ensino” (Melhoramentos, 2014). Em parceria com Gabriel Levy, escreveu cinco livros do professor da Coleção ‘O Livro de Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada’ (Melhoramentos, 2010) e dois livros da ‘Coleção Brincadeirinhas da Palavra Cantada’ (Melhoramentos, 2012). Com Magda Pucci, escreveu os livros ‘Outras Terras, Outros Sons’ (Callis, 2003-2015), ‘A Floresta canta: uma expedição sonora por terras indígenas do Brasil’ (Peirópolis, 2015), ‘A Grande Pedra’ (Saraiva, 2015) e ‘Cantos da Floresta: iniciação ao universo musical indígena’ (Peirópolis, 2017), além dos capítulos ‘Músicas do Mundo” no livro ‘A Música na Escola’ (Allucci & Associados Comunicações, 2012) e ‘Abrindo portas para as músicas indígenas’ no livro ‘Um Jogo chamado Música’ de Teca Alencar de Brito (Peirópolis, 2019). Em parceria com Júlia Pittier, Cláudio Lucci, Daniel Ayres, Estevão Marques e Gabriel Levy, elaborou o Projeto de Capacitação de Professores ‘Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada’, desenvolvido a partir dos livros da Coleção citada anteriormente. Desenvolveu, por 28 anos, um trabalho de iniciação musical e iniciação ao piano com crianças na Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (SMCSP). Foi parecerista na elaboração do Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil na área de Música (MEC-2000) e administrou o grupo ‘La Voz de los Niños’, atividade acadêmica do FLADEM Fórum Latino-Americano de Educação Musical (2012). Atualmente, é coordenadora pedagógica do Projeto “Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada”, ministrando também os cursos do Programa Formativo do mesmo Projeto; professora de música do curso de especialização ‘Música da Infância’ no Centro Universitário Ítalo Brasileiro’ e ministra cursos e workshops de formação musical para professores de Educação Infantil e Fundamental em escolas e instituições ligadas à educação.

_______________________________________________________________________________________________

CURSOS DE VERÃO 2022

EM BREVE DESCRIÇÃO

Acompanhe as atualizações na nossa página na Sympla: https://www.sympla.com.br/poscbmfladem

Sobre o FLADEM: http://fladem.info/ 

Sobre o Fladem Brasil: https://www.fladembrasil.com.br/

Compartilhe este evento