Carioca da gema, cresci vendo penduradas na parede de casa, lado a lado, peças indígenas, do candomblé, da igreja católica, do Mestre Vitalino e do Portinari. Valorizar e colocar no altar todas as manifestações artísticas sem o menor preconceito ou juízo de valor era uma questão de ordem na família. Da mesma forma que, num dia, cantava Bach no coro, no outro, solava Nelson Cavaquinho.

Como professora não podia ser diferente. Meus alunos do Instituto Nazaré homenagearam pessoalmente os 80 anos dos compositores Morengueira e Braguinha, assim como apresentaram a Flauta Mágica

de Mozart na Biblioteca Nacional.

As histórias de vida me fascinam, assim como desconstruir representações, despentear e arrepiar cabelos.

Sentar num círculo onde todos se veem, se ouvem e se expressam. 

Pode ser assobiando, falando numa língua maluca, estalando os dedos, tocando oboé ou tilintando um molho de chaves.

Neste círculo estão minhas frentes de trabalho, as que acredito e que comungam comigo dos mesmos prazeres e ideais: o Foro Latinomamericano de Educación Musical, a formação de professores no Conservatório Brasileiro de Música, os projetos de formação de plateia, o doutorado, o canto... Pirão, boeuf bourguignon, pitomba, scotch e cachaça.

Contraditória e sempre correndo atrás da expressão criadora, vem aí Anairda Seugirdor, ops! Adriana Rodrigues.

Adriana Rodrigues

 

Especialização Internacional de Educação Musical

El universo musical de la primera infancia

Em 2017, tivemos a oportunidade de oferecer o Curso de Especialização na Primeira Infância, a convite do Ministério da Educação e Cultura do Paraguai e pela Organização dos Estados Ibero-Americanos - OEI -. O objetivo foi sensibilizar 250 educadores e funcionários de diferentes instituições do Governo do Paraguai. O livro, resultado deste trabalho, foi desenvolvido por 4 professoras latinoamericanas: a guatemalteca Ethel Batres, a peruana Luzmila Mendívil, a argentina Susana Coqui Dutto e a brasileira Adriana Rodrigues. 

Transcrição da Palestra Virtual de Aprendizagem Estratégica

Transcrição da Palestra Virtual de Aprendizagem Estratégica do Grupo MEP: quarta-feira, 22 de abril de 2020 | 15:00

ISME y FLADEM a dos voces sobre la educación musical en América Latina: singularidades, desafíos, diálogos e interacciones

Transcrição do texto do Colóquio: De Bakú a Buenos Aires. Educación musical en América Latina: singularidades, desafíos, diálogos e interaciones sobre o Simpósio "LATIN AMERICA today: Current needs and relevant issues in music education”. Coordenação: Magali Kleber. Apresentação Dr. Ana Lucia Frega e Ms. Adriana Rodrigues em 20 de julho de 2018, no 33º Congresso da ISME em Baku, Azerbaijão.

Visita Schafer Dezembro 2017

A pedido de Doug Friesen, fiz um relato sobre a visita ao Schafer em sua fazenda em Indian River, Ontario, Canadá no dia 21 de dezembro de 2017. O texto será acrescido por mais 2 educadores musicais que estavam presentes: Doug e sua ex-aluna Anais Kelsey-Verdecchia e em seguida será transformado num artigo assinado pelos 3.

Canadian Music Educator | Volume 59 - Number 3

After finishing my music education undergraduate degree, I moved to Toronto to gig and teach. After a few years of doing both, I discovered the music education writing of R. Murray Schafer. I found Creative Music Education in the public library and devoured the five pamphlets collected within (more recently published as The Thinking Ear, 1993).

Sons & Expressões: A música na Educação Básica (2013)

Sons & Expressões é um projeto de desenvolvimento, conduzido por Adriana Rodrigues e Marcos Nogueira, desde 1999. Visa à produção de novas propostas e materiais didáticos para a educação musical brasileira. Este site foi construído para oferecer ao público alvo do projeto, professores da educação básica — professores de música (especialistas) e, sobretudo, professores alfabetizadores — e demais profissionais que lidam com o desenvolvimento humano, acesso fácil e imediato a essas ideias e seus recursos didáticos.

Livro Ritmo e movimento (2002)

É sobre o movimento imaginado na “mudança”, sobre esse ritmo musical, que trata este livro. Esperamos que a sua leitura e as experiências que propõe sejam enriquecedoras para o leitor, sobretudo para os professores que atuam na educação básica com crianças, estas que são os nossos principais produtores de imaginação.

Meb 9_ARTIGO_Assobiando (2017)

Por que incluir a música na educação básica? Como fazer? Nem sempre é fácil vislumbrar o lugar da música e o seu papel no processo educacional. 

Revista Debates Entrevista Helder (2017)

“Rei soldado capitão ladrão, moço bonito do meu coração”. Tive o privilégio de beber no caldeirão do cearense carioca Helder Parente, com quem estudei, cantei, toquei, gravei e tive como parceiro em duas edições de livros pedagógicos, junto com Marcos Nogueira. Admirava sua voz, musicalidade, dança, cultura infindável, curiosidade e principalmente sua contribuição para a educação musical, sensibilizando milhares de alunos, mesclando as abordagens Orff e Gazzi de Sá, temperadas com parlendas e ditados da cultura popular brasileira. Mas deu o tangolomango nele e como será sem ele”? 

Horizontes Culturais (1997)

Por que incluir a música na educação básica? Como fazer? Nem sempre é fácil vislumbrar o lugar da música e o seu papel no processo educacional. 

Revista Fames Dezembro de 2014

Por que incluir a música na educação básica? Como fazer? Nem sempre é fácil vislumbrar o lugar da música e o seu papel no processo educacional. 

Adriana Rodrigues Didier Dissertação 2003 UNIRIO - Mestrado

Por que incluir a música na educação básica? Como fazer? Nem sempre é fácil vislumbrar o lugar da música e o seu papel no processo educacional. 

Please reload

Publicações

Acompanhe meus artigos e livros

Os cursos estão temporariamente suspensos

Horário: 9h às 17h.

Local: Conservatório Brasileiro de Música | Av. Graça Aranha, 57/12º. RJ Metro Cinelândia.
 

Investimento: Antecipado R$110/150, no dia R$120/160 Alunos CBM e Associados FLADEM (fladembrasil.com.br); (poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)
 

Coordenação: Adriana Rodrigues (021) 99804-3838
 

Email: poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.comcomunicacao.posfladembrasil@gmail.com

Saiba mais: www.fladembrasil.com.br

 

O Fórum Latinoamericano de Educação Musical (Fladem Brasil) e o Conservatório Brasileiro de Música Centro Universitário oferecem o curso de Pós-Graduação Lato Sensu - Especialização Internacional de Educação Musical.
O objetivo geral deste curso é aprimorar e atualizar os conhecimentos dos profissionais que atuam nas áreas de educação, música ou artes integrando prática, crítica e reflexão, capacitando-os para intervir de maneira transformadora e sensível na realidade de suas escolas ou de seus ambientes de trabalho, tornando-os aptos a atuarem nos contextos culturais instituídos e emergentes comprometidos com a comunidade.
Entre os objetivos específicos citam-se: aprofundar conhecimentos teóricos e práticos de música, educação e inclusão; compreender referenciais teóricos filosóficos, estéticos, históricos e musicais visando um aprimoramento do conhecimento da música; construir propostas pedagógico-musicais para crianças, jovens, adultos e pessoas da terceira idade; preparando o professor de música para enfrentar as demandas do século XXI.
Todos os cursos de extensão oferecidos pelo Fladem Brasil e CBM CEU são ministrados por significativos músicos, educadores, pesquisadores e estudiosos envolvidos na formação de professores e interessados por Educação Musical. O curso em 2019 assume seu caráter internacional, já que por ano recebemos professores de vários países das Américas (Norte e Latina), assim como África, Europa e Oriente Médio.
Para a inscrição os candidatos deverão se associar ao FLADEM.
Os créditos dos alunos que concluírem os cursos de extensão do Fladem Brasil e CBM CEU contarão como cumprimento de parte da carga horária total de 360h presenciais. Cada curso de extensão será considerado como uma disciplina do curso de Pós-Graduação. Serão aceitos os graduados em qualquer curso superior que possuam suficientes conhecimentos de música. Os candidatos serão entrevistados, e para a conclusão os pós-graduandos deverão frequentar a disciplina de Metodologia da Pesquisa, a Orientação de Monografia além das demais e apresentar o trabalho final de curso para uma banca.

Certificado: Especialização Internacional de Educação Musical
Coordenação: Adriana Rodrigues Didier

Projetos Atuais

Sempre ouvi Cecilia Conde falar do Foro Latinoamericano de Educación Musical o FLADEM.

Mas só tive a dimensão do que realmente representava quando fui a Montevidéu, no Seminário em 2013.

Como a maioria dos brasileiros, infelizmente meu olhar e meus ouvidos estavam mais voltados para a princesa fenícia (ou seria a rainha de Creta?), a Europa.

Conviver com Cecilia Conde me fez sentir vergonha do meu total desconhecimento da cultura latinoamericana.

Conheci a fundadora e maior referência em educação musical da América Latina Violeta de Gainza durante minha graduação em Musicoterapia no Conservatório Brasileiro de Música.

Hoje, além de amiga muito querida, penso que sua bibliografia deveria ser obrigatória em todas as licenciaturas em música no Brasil. A participação do Brasil no FLADEM foi significativa desde sua criação e devemos esse feito pelo esforço principalmente de Marisa Fonterrada, Sonia Albano e Teca Alencar de Brito que acreditaram e insistiram (apesar de todos os percalços), na importância da presença brasileira fazendo coro junto à latinoamérica.

Assumi a Presidência do Fladem Brasil de 2013 a 2017 e hoje estou na vice-presidência do FLADEM Internacional.

E o que é ser flademiano? A origem da palavra “fórum” vem do latim, significando “praça pública”.

Quem já participou de um Seminário do FLADEM, viveu esse encontro como numa praça pública, onde todos são convidados a ouvir e a serem ouvidos. Não é fácil ser educador musical latinoamericano, assim como ser aberto e ousado em suas propostas; o peso das amarras carregadas por séculos nos deixaram marcas, o peso da escravidão às ideologias, aos métodos e ao hemisfério norte nos deixaram feridas ainda abertas, e por isso a luta ao encontro da nossa latinoamericanidade.

Na busca de uma identidade latinoamericana, pensamos que essa abertura pode ser o disparador de um processo reflexivo sobre a educação musical. E assim, valorizando a participação e contribuição de todos, inspirando-os a refletir criticamente, o FLADEM busca com suas ações ampliar a multiplicidade de vozes que tecem a América Latina.

SARAVÁ FLADEM!

Informações: www.fladem.info www.fladembrasil.com.br

Fórum Latinoamericano de Educação Musical

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização Internacional em Educação Musical

Programa Concertante

Para mim não existe nada melhor do que ouvir música ao vivo, a que acontece ali na hora. Perceber a afinação dos instrumentos, a respiração dos cantores, a emoção das crianças que participam, o frio na barriga quando quebra uma corda ou voa uma partitura e por aí vai. Mas, como frequentar esses espaços de música de concerto? Será que podemos levar a orquestra para dentro da escola?
Para isso desenvolvemos o Projeto Concertante, que se adequa a cada necessidade, a cada público, a cada espaço. Vamos conhecer?

 

55 21 99804-3838

Entre em contato comigo

Adriana Rodrigues Didier